Além de personagem drag não-binária, nova novela da Globo terá três atrizes trans no elenco

Com estreia marcada para esta segunda-feira (22/11), “Quanto Mais Vida Melhor“, nova novela das 19h da TV Globo, terá três atrizes transexuais no elenco. Escrita por Mauro Wilson, a trama promete aumentar a diversidade no elenco das produções e visibilidade na teledramaturgia.

Na história, Carol Marra interpreta uma mulher cisgênero, Alice, diretora jurídica da Rare Cosméticos, empresa comandada pela protagonista Paula (Giovanna Antonelli). Nany People é a recepcionista do motel Arriba Karakas e A Maia será a Morte. Aliás, o autor ressalta que a personagem de A Maia será uma das principais de sua história, além dos quatro protagonistas: Paula, Neném (Vladimir Brichta), Guilherme (Mateus Solano) e Flávia (Valentina Herszage). Em conversa com á colunista do UOL, Marcelle Carvalho, o diretor artístico Allan Fiterman disse que ainda há muito o que fazer, mas se orgulha dos passos dados pela novela nesse caminho.“A gente não está perfeito, mas temos diversidade, temos três mulheres trans, sem apontar isso em nenhum momento”, afirma.

Além das três atrizes transexuais, a novela terá mais diversidade com o ator Alessandro Brandão interpretando a deag queen Chefe, personagem não-binária dona da boate “Pulp Fiction”. “A Chefe é uma personagem muito bonita. A gente se esforçou muito para que essa personagem fosse mesmo uma drag queen. É um homem gay, fluido, que faz uma drag na boate e tem uma coisa de David Bowie. Eu, como um cara LGBT, que também trabalha como drag, sei que é muito importante”, conta Brandão, que é gay assumido na vida real.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!