Ex-assistente de Todrick Hall diz que cantor o ameaçou de revelar seu status como HIV+ e “destruir” sua carreira

Outro ex-assistente de Todrick Hall veio a público expor casos de abuso psicológico nas mãos do cantor. Tommy Italiano trabalhou como assistente de Todrick em 2017 durante as filmagens do documentário ‘Behind the Curtain‘. Em recente entrevista ao podcast ‘The Zen Blonde‘, ele se abriu sobre os anos de exploração por parte do artista. Segundo ele, o cantor chegou a ameaçá-lo de revelar seu status como soropositivo.

“Tem sido um relacionamento tumultuado desde o início”, lembrou Tommy. “Trabalho e pessoalmente. Ele é alguém que é muito manipulador“, afirma. “Consegui ignorar algumas das coisas que ele estava fazendo porque ele realmente me fez acreditar que eu era parte de sua família. Ele me chamava de irmão. A mãe dele me dizia que eu era como um filho. Então, eu realmente investi nele como pessoa e como artista“. Esse investimento fez com que Tommy ficasse em seu emprego por mais tempo, apesar de ser um ambiente cada vez mais tóxico. Ao longo da entrevista, o ex-assistente relembrou casos de Todrick explorando fãs por trabalho gratuito, recusando-se a pagar funcionários e fazendo cyberbullying em um ex-dançarino.

As coisas ficaram realmente tóxicas quando Tommy saiu em defesa do ex-dançarino de Todrick, Tom White, nas redes sociais. “Ele me ligou e exigiu um pedido de desculpas. Eu disse: ‘Todrick, eu realmente quero que você se responsabilize pelas coisas que você fez comigo e eu não vou dizer nada. Eu só quero um pedido de desculpas’“, disse o ex-assistente. “Então, ele começou a me ameaçar e disse: ‘Bem, se você disser alguma coisa sobre mim, vou entrar no meu canal do YouTube e dizer que você tem HIV e que você faz sexo desprotegido com pessoas e não conta a elas e eu vou destruir sua reputação. Eu vou destruir sua carreira, e esta será a última vez que você trabalhará novamente’“, revelou.

Tommy afirmou ainda que Todrick entrou em contato com sua mãe, que não estava ciente da sua sorologia, e revelou que seu filho era soropositivo. As alegações de Tommy Italiano são apenas as mais recentes os relatos crescentes de mau comportamento de Todrick Hall. Outros ex-funcionários compartilharam alegações semelhantes de assédio e abuso por parte do cantor.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!