Árbitro escocês se declara gay e diz que é preciso “mudar o clima” do futebol: “Ainda existe uma barreira”

O árbitro escocês Craig Napier, que atua na principal categoria de arbitragem do país, se declarou gay em um vídeo da Federação Escocesa de Futebol. Aos 32 anos, ele se torna a primeira figura abertamente gay que ainda atua no futebol profissional masculino escocês. Antes dele, Justin Fashanu, que jogou pelas equipes de Airdrieonians e Heart of Midlothian, anunciou sua sexualidade na década de 1990.

No vídeo, Napier falou abertamente sobre a sua sexualidade, diz que quer ajudar a remover o “estigma” e o “medo” que outros em sua posição podem sentir ao falar sobre o assunto, e ressalta que é preciso uma mudança no “clima do futebol”. “É algo que eu nunca pensei que estaria sentado aqui fazendo. Eu obviamente convivo com isso há muito tempo, e foi uma jornada difícil para chegar a esse ponto, mas nos últimos dois anos tornou-se muito mais fácil“, diz. “Não acho que isso é notícia, mas acho que, no momento, realmente precisa ser. Precisamos ver as mudanças para que as pessoas realmente sintam que podem ser verdadeiras com elas mesmas e viver uma vida feliz e confortável na própria pele, e isso precisa transcender para o futebol“, completa.

Napier conta que se inspirou a falar sobre sua homossexualidade quando o saltador olímpico britânico, Tom Daley, saiu do armário em 2018. “Eu me lembro de ler os jornais quando Tom Daley se declarou gay e fiquei tão inspirado, mas não o suficiente a ponto de me sentir confiante para poder me expor. Na época, pensei que o mergulho é diferente do futebol. Existe algo sobre o futebol no momento, ainda existe essa barreira”, conta.

Além de Daley, Napier diz que se inspirou em Jake Daniels, primeiro futebolista inglês a se assumir gay desde 1990, e Josh Cavallo, jogador do Adelaide United que também revelou sua sexualidade. “Acho que foi realmente inspirador ver o que aconteceu recentemente. É positivo ver Jake, aos 17 anos, anunciando a todos sua sexualidade e acho que muitas pessoas se inspirarão nisso“, finalizou.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!