Alef: “Muitos homens não aceitam que gostam de trans porque na cabeça deles não somos pessoas”

Conversamos com Alef Barros no estúdio do Pheeno! O cantor e compositor de 29 anos sempre soube de alguma forma que era um homem trans mas a transição começou mesmo há 3 anos atrás, com apoio da família: “Quando você transiciona, sua família transiciona com você ou te abandona e eu tive sorte”. Alef afirma que tem amigos cuja única fonte de renda é a prostituição e muitos acabam reproduzindo machismos como forma de serem aceitos. Sua história na música começou bem cedo, já que sua mãe é musicista, mas não se sentia a vontade por não ter transacionado ainda: “Ao me reconhecer, eu consegui me conectar mais com a minha essência”. Bissexual desde antes da transição, ele desabada que muitos homens não aceitam que gostam de pessoas trans porque não as considera pessoas: “Negam a gente a humanidade”.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!