Tiktoker entrega capivara a IBAMA, Luisa Mel alerta: tem gente comprando macaco pra fazer Instagram

A história do tiktoker Agenor Tupinambá e sua capivara de estimação teve um fim. O IBAMA retirou o animal silvestre do local onde foi criado, em Autazes, no Amazonas, e levado para a sede do órgão, em Manaus. A questão foi resolvida após acordo entre influenciador e instituto.

O universitário relatou que nunca lucrou com os vídeos postados nas redes sociais: “Hoje, eu manifesto a minha maior prova de amor pela Filó. É importante registrar que eu nunca fui contra e jamais impediria que a minha amada Filomena um dia se integrasse com um bando de capivaras para seguir sua vida. Foi justamente para isso que eu a salvei, cuidei e guardei um sentimento enorme no meu peito por ela”.

“Eu também sei que aconteceram equívocos e garanto que os erros que cometi foram inconscientes, sem má índole nem qualquer tentativa de exploração”, finaliza. Luiza Mel se pronunciou sobre o caso e ressalta que a questão não é monetizar vídeos, o problema é incentivar pessoas a comprarem animais silvestres estimulando o tráfico de animais.

“Tem gente comprando macaco pra fazer Instagram. Tem inclusive famosos, isso é um absurdo. E o Ibama tem que punir todo mundo e não apena ele”, disse Luisa Mel. Agenor surgiu hoje em um vídeo em que está no avião levando o animal para ser recolhido e ressocializado em bando e o assunto voltou a dividir opiniões nas redes.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Bee 40tona

Você vai curtir!