Juiz gay demitido de cargo em NY promete continuar no OnlyFans: “Trabalho sexual não é vergonhoso”

Na semana passada, Gregory A. Locke estampou os notíciarios depois de ser demitido de seu cargo como juiz de Direito Administrativo de Nova York por de criticar um membro anti-LGBTQ+ do conselho da cidade nas redes sociais. Segundo informações do New York Post, o oficial de justiça também teve sua demissão solicitada pela vereadora de NY, Vickie Paladino, após ela descobrir que o rapaz produzia conteúdo adulto para o OnlyFans. Agora, Locke usou sua conta do Twitter a fim de esclarescer as alegações contra ele.

Na semana passada, fui demitido do meu emprego como juiz de direito administrativo da cidade de Nova York”, escreveu ele em um longo desabafo, neste domingo (02/03). “Isso aconteceu depois que um membro do Conselho Municipal questionou os tweets que escrevi em resposta às suas declarações fanáticas e equivocadas sobre drag queens e sobre a comunidade queer em geral. O membro do Conselho e os meios de comunicação também aproveitaram a oportunidade para me denunciar por trabalhos não relacionados a menores de idade, nenhum dos quais ocorreu durante ou no trabalho para a cidade“, continuou o rapaz. “É decepcionante que a cidade de Nova York tenha decidido ficar do lado de um fanático em vez de aproveitar a oportunidade para se posicionar contra o crescente ódio anti-LGBTQ, particularmente o ódio fervoroso contra as comunidades trans e não binárias”.

Ele ainda avisou que seguirá produzindo seus conteúdos no OnlyFans e Just For Fans. “Os membros mais vulneráveis ​​da comunidade queer estão lutando por suas vidas, e as únicas pessoas ofendidas por meus tweets são aquelas mais interessadas em policiar a linguagem do que se opor a políticas que matam”, opinou Locke. “Continuarei meu trabalho privado, usando minhas habilidades jurídicas para representar clientes e oferecer serviços pro bono para membros da comunidade LGBTQ que mais precisam. Também continuarei meu trabalho no OF e JFF.”

O trabalho sexual, incluindo a pornografia, não é vergonhoso, e não vou filtrar meus pensamentos e ações para apaziguar aqueles que causam danos à minha comunidade. Isso começou não como um desacordo político, mas como humano. Um político usou sua influência para vencer esta batalha, ressaltando o quão importante é – agora mais do que nunca – enfrentar o fanatismo e garantir a proteção dos direitos dos mais vulneráveis”, concluiu o rapaz.

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!