“Afeminados para daddies árabes”: história de “João golpista” só piora

Após o big exposed de João Victor Penha, o Brasileiro que vem fingindo ser filho de sheiks e referência em consultoria de moda para aplicar golpes em modelos, estilistas, fotógrafos e pessoas relacionadas ao mercado da moda, ele veio em sua conta no TikTok para explicar algumas situações, mas após seu pronunciamento, a coisa só piorou.

O perfil dedicado a expor suas falcatruas, trouxe, além de novos relatos de pessoas que caíram em seus golpes, a revelação do local de onde ele fala no vídeo. Ele afirma que estava em Zurique, mas a galera CSI da fofoca descobriu que o local é um quarto de hotel na Barra, Rio de Janeiro. E ainda surgiu um print de um parente desmentindo a morte de sua mãe.

No print, a mulher chamada Beatriz Costa se diz meia-irmã de João Victor, os dois, que seriam filhos do mesmo pai apenas, estavam no velório se sua avó e não da mãe, como ele afirmou para uma modelo em um de seus golpes e os dois tem até uma foto juntos. E entre vários depoimentos, o que mais chamou a atenção dos internautas foi o do estilista Totô que contou em detalhes a história do golpe.

ToTô, que tem uma marca de roupas, contou que João entrou em contato para a produção de dois looks para a esposa de um pistolão de Hollywood. Ele entregou os look e não recebeu notícia nem fotos dos look dentro de 2 meses. ToTô descobriu que João havia tirado as etiquetas, fez styling para outra pessoa dizendo que era da grife Mugler. Quando Totô descobriu, João teria mandado um “travazap”, um vírus que apaga o histórico do whatsapp.

Na página, tem ainda o depoimento de Cléo, que levou o golpe da passagem para NY, assim como outras duas modelos que também emitiram tickets aéreos para países na Europa. E, não por fim, porque a história não acaba, um usuário chamado John Bast relatou que João afirma ter conhecido um sheik árabe que alicia gays afeminados para bancar em troca de um relacionamento.

Ivy Kuper conta também conhece João, pois moram no mesmo bairro e diz que sua irmã já esteve com João algumas vezes e conta que ele engava meninas de Campo Grande e cita Júlia Peixoto, Vivi Wanderley, famosas na internet, muito antes de todo esse exposed, mas que em 2019 ele já tinha recebido uma exposição no Twitter e que ninguém lembrava mais.

A página está cheia de pessoas contando suas histórias sobre aluguel de quartos de hotel, booking para fotos, pedidos de roupas, de passagens aéreas, ingressos para eventos de luxo e desfiles de grifes mega famosas, sem contar nas inúmeras vezes que ele mata a mãe de câncer, que, pelo relato de sua meia-irmã, ela está bem viva.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Bee 40tona

Você vai curtir!