Lil Nas X ajudou irmão caçula a se declarar bissexual e a “ser verdadeiro consigo mesmo”

O novo documentário do icônico cantor e rapper vencedor do Grammy Lil Nas X revela como ele ajudou seu irmão a se declarar bissexual e “ser verdadeiro consigo mesmo” em uma cena comovente.

O hitmaker nascido na Geórgia (EUA) tornou-se indiscutivelmente o artista preto gay mais proeminente do mundo desde que entrou em cena em 2019 com o mega-sucesso histórico “Old Town Road”. Desde a celebração sem remorso da sexualidade gay em videoclipes, shows ao vivo e escolhas de looks de Nas, até seus comentários francos sobre como a indústria “higieniza” os artistas LGBTQIA+, a estrela de 24 anos tem sido uma inspiração para legiões de fãs e colegas artistas gays como Troye Sivan.

E a partir de seu novo documentário, “Lil Nas X: Long Live Montero“, que estreou no Festival Internacional de Cinema de Toronto no último sábado (09/09), sabemos que o impacto global da voz de “Industry Baby” afetou positivamente sua família também.

O documentário, filmado durante a primeira turnê mundial do artista, inclui uma cena em que Nas e seu irmão mais novo, Tramon Hill, discutem como as conversas abertas de Nas sobre sexualiade ajudaram Hill a navegar em sua própria jornada e se declarar bissexual. “Meu irmão realmente abriu portas para muita gente”, diz ele no filme. “Sim, ele abriu uma porta para mim também. O que quero dizer com isso, tipo, eu não sou gay, você me entende? Eu sou bissexual“.

O caçula continua explicando que estava preocupado em se declarar bissexual, caso isso impactasse relacionamentos importantes em sua vida, mas Nas o ajudou a ganhar confiança e coragem para viver plenamente sua sexualidade. “Ele me ajudou a ser real comigo mesmo. Meu irmão me deixou mais aberto a isso“, conta Hill, que agora tem orgulho de sua identidade e entende que perder pessoas quando você se assume diz muito mais sobre elas.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!