Vaticano se desculpa após Papa Francisco afirmar que seminários estão “cheios de bichas”

O papa Francisco emitiu um pedido de desculpas público nesta terça-feira (28/05) pela expressão utilizada em uma reunião a portas fechadas com bispos na semana passada, quando disse que “já existe bichice demais” em seminários e pediu aos religiosos que não aceitassem padres abertamente gays. A notícia ganhou as manchetes internacionais nesta segunda-feira (27/05).

“O Papa Francisco está ciente dos artigos recentemente publicados sobre uma conversa, a portas fechadas, com os bispos da Conferência Episcopal Italiana (CEI). Como ele afirmou em várias ocasiões: ‘Na Igreja há lugar para todos, ninguém é inútil, ninguém é supérfluo. Do jeito que somos, todos nós.’ O Papa nunca teve a intenção de ofender ou expressar-se em termos homofóbicos, e ele pede desculpas àqueles que se sentiram ofendidos pelo uso de um termo relatado”, disse, em comunicado, o porta-voz do Vaticano e diretor da Santa Sé – o órgão governante da Igreja Católica – Matteo Bruni.

De acordo com informações dos jornais italianos “La Repubblica” e “Corriere della Sera”, durante o diálogo realizado a portas fechadas em 20 de maio com os bispos da Conferência Episcopal Italiana, Francisco teria usado a palavra “frociaggine”, um termo pejorativo que pode ser traduzido como “viadagem” ou “bichice”. O Pontífice teria dito que era necessário colocar limites para evitar “que haja o risco de alguém que é gay escolher o sacerdócio e acabar por levar uma vida dupla”. A declaração sobre o “excesso de bichas” teria sido feita, então, em seguida.

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!