Homem de 41 anos é morto a pauladas em São Paulo; amigos suspeitam de homofobia

Um homem de 41 anos morreu neste domingo (16/06), depois de ser encontrado com ferimentos pelo corpo e sangramento na cabeça próximo à Rodovia Abrão Assed, em Serrana (SP). A suspeita é que ele tenha sido agredido a pauladas. Amigos da vítima afirmam que o crime foi motivado por homofobia.

Segundo informações do G1, a vítima, identificada como Oziel Douglas Marinho da Silva, estava caída inconsciente em uma rua paralela a rodoviária. Uma testemunha encontrou o homem e chamou o Samu. Ele foi levado à UPA de Serrana, de onde foi transferido ao Hospital das Clínicas – Unidade de Emergência (HC-UE), mas não resistiu. Segundo os médicos, ele recebeu várias pancadas na cabeça. Já o corpo foi enterrado na manhã desta terça-feira (18/06).

Nas redes sociais, amigos da vítima apontam homofobia como motivação do crime. “Por que tanta crueldade, o menino tão bom de coração não fazia mal para ninguém. Pura homofobia. Pedimos por justiça”, diz um dos comentários. Em um outro comentário, um amigo da vítima diz que o caso trata-se de uma emboscada com motivação homofóbica.

De acordo com o G1, as causas e circunstâncias da morte ainda são investigadas pela Polícia Civil, que, ao menos a princípio, trata o caso como homicídio. Nenhum suspeito foi preso.

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!