Papa Francisco repete insulto contra gays em reunião fechada: “Ar de bichi*e no Vaticano”

Nesta última terça-feira (11/06), o Papa Francisco voltou a ser mencionado pela mídia italiana depois de, mais uma vez, usar uma expressão depreciativa em relação à comunidade LGBTQIAPN+. A fala foi divulgada ANSA, agência de notícias italiana, e ocorreu em uma reunião a portas fechadas com bispos romanos. De acordo com a publicação, o pontífice afirmou que existe um “ar de bichice no Vaticano”.

Durante o encontro, o pontífice teria usado a palavra “frociaggine”, que é um termo vulgar italiano que pode ser traduzido como “bichi*e” ou “viad*gem”. Segundo a agência, Francisco estava reunido com bispo romanos quando fez a afirmação. A reportagem cita ainda que o papa defendeu que jovens com tendências homossexuais não recebam permissão para entrar em seminários.

É a segunda vez que o papa usa o termo e insulta homossexuais. Em maio, ele orientou que bispos não aceitem padres abertamente gays porque já existe “viadagem demais” nos seminários. Na ocasião, ele pediu desculpas e um porta-voz do Vaticano afirmou que o papa nunca teve a intenção de ofender ninguém ou de se expressar com termos homofóbicos.

Sobre as declarações recentes, o Vaticano diz que o papa reiterou a necessidade de acolher as pessoas homossexuais na Igreja, mas recomendou cautela em relação à admissão delas em seminários. Alguns observadores do Vaticano dizem que os tropeços recentes do papa prejudicam sua autoridade e levantam questões sobre suas convicções.

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!