BH: Jovem têm cabelos e barba queimados durante ritual de purificação de gays

Mais um caso de homofobia no Brasil. A vítima foi um auxiliar administrativo de 19 anos, morador de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Gay assumido, ele já havia sido agredido por dois homens na semana passada e acredita ser alvo de homofobia. Na tarde da última quarta-feira, o rapaz teria sido colocado à força dentro de uma Kombi por três homens.

Segundo relata, enquanto dois homens o agrediam, um terceiro dirigia e fazia orações “Eles estavam com facas e me obrigaram a entrar no veículo”, afirma. “Eles pediam perdão pelos meus pecados, pediam que eu fosse salvo. Me batiam e me enforcavam. Enrolaram um pano no meu braço e colocaram fogo no meu cabelo e na minha sobrancelha”, desabafou o jovem, que teria perdido a consciência durante o ataque. A barba e os cabelos também foram queimados. “Desmaiei. Não sei se pelo cheiro da fumaça, pela dor ou pelo estresse do momento”.

Ele disse ter sido abandonado em uma rua próximo ao local da abordagem, de onde ligou para o namorado e um amigo, que o socorreu. Em seu bolso foi encontrada uma carta, que dizia fazer uma “limpeza em Betim e trazer o fogo da purificação a cada um que andar nas ruas declarando seu ‘amor’ bestial”. O caso foi registrado na 4ª Delegacia de Polícia de Betim, e é investigado como tentativa de homicídio. O delegado Rafael Horácio vai apurar também a suspeita de crime religioso, em virtude do teor da carta apresentada pelo rapaz.

Confira, na íntegra, o texto da carta…

10405318_850584651626755_1113871470248238621_n

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!