Ângela Bismarchi desaprova homens gays retratados nas novelas atuais

Ângela Bismarchi não está muito satisfeita com a forma que os homens vem sendo retratados na televisão. Perguntada pelo Uol Mulher “o que é ser homem hoje em dia?”, a empresária de 47 anos deu uma resposta carregada de preconceito. Ela afirma que sente falta do homem amante e pai de família retratado nas novelas de Janeta Clair e Dias Gomes.

“Sinto saudades da época de Janete Clair e Dias Gomes na TV, quando homem era retratado como homem, amante, pai de família e protetor de sua prole, e a mulher era aquela mãe zelosa que criava seus filhos homens, ensinando-os a honrarem suas calças. Hoje em dia, o homem beija o outro homem na boca, vai para a cama com seu igual e só falta engravidá-lo. E tudo isso na frente dos televisores de 200 milhões de brasileiros, como se fosse muito natural e sem tarja de censura para menores. Hoje em dia eu não sei mais definir o que é o homem, só sei que muitos estão querendo que ele seja uma mulher”, disparou.

Vale lembrar que a modelo fatura como atração em baladas gays pelo Brasil e até já foi eleita rainha da comunidade gay em São Paulo. Que bola fora, hein, Ângela!

“Homem pode ter prazer anal”, diz Ângela Bismarchi ao PheenoTV. Assista…

O Pheeno.com.br é um portal de notícias, estilo de vida e entretenimento LGBT do Rio de Janeiro, antenado também em tudo que acontece de importante para o segmento no Brasil e no mundo!