Chantagem envolvendo vídeo íntimo motiva morte de psicólogo em MG

image

Um suposto relacionamento secreto pode ter sido a causa do assassinato do psicólogo Aldo Henrique Ferreira, de 37 anos, morador de Pouso Alegre, em Minas Gerais. Segundo o site “O Tempo”, Aldo desapareceu na última terça-feira (03/05), após uma partida de futebol em um campo próximo à casa onde morava.

No dia seguinte ao desaparecimento, um carro alugado no nome de Aldo foi encontrado. O veículo estava batido e com marcas de sangue. A polícia descobriu que o carro foi alugado por Rodrigo Marcelo de Oliveira Meireles, de 20 anos, que trabalhava na empresa de Aldo. O rapaz foi demitido no dia do crime. Procurado pela polícia, o Rodrigo Marcelo acabou confessando o crime.

O assassino alegou à polícia que o crime foi motivado por uma suposta chantagem feita pela vítima. De acordo com as investigações, o suspeito revelou a existência de um vídeo em que os dois mantinham relações. Aldo teria ameaçado divulgar o conteúdo nas redes sociais, o que motivou o crime.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Pouso Alegre para exames periciais que comprovem a causa da morte e a a versão do suspeito.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!