Bispo da Universal defende gays no ‘Fala Que Eu Te Escuto’: “A minha fé ensina a respeitar”

pastor-defende-lgbt-fala-que-eu-te-escuto-pheeno-capa

Um dos apresentadores do “Fala Que Eu Te Escuto“, programa religioso da Record, o bispo Márcio Carotti surpreendeu os telespectadores ao defender os homossexuais durante a edição exibida na madrugada da última sexta-feira (05/08).

O tema da vez foi a homossexualidade, e a principal pergunta era: “Se seu filho assumisse que era gay, o que você faria?”. Foi, então, que um motorista de São Paulo entrou ao vivo no programa para dar sua opinião e afirmou que seria capaz de matar o herdeiro caso ele se relacionasse com outro homem. “Ele vai aprender a ser homem debaixo da porrada. Ou ele aprende a ser homem ou ele morre. Tenho certeza que porrada resolveria”, disse o rapaz.

O bispo fez questão de afirmar que não concordava com o discurso de ódio do telespectador. Questionado pelos internautas nas redes sociais o que faria caso tivesse um filho gay, o bispo surpreendeu muita gente com a sua resposta.

“A minha fé ensina a respeitar. A Bíblia não ensina a discriminar ninguém. Jesus ensinou a respeitar a todos. Jesus ajudava todo mundo. Jesus nunca levantou bandeira contra, Jesus veio nos salvar, nunca julgou ninguém. Jesus nunca levantou a bandeira da homofobia. Você que descrimina deveria abrir a sua mente”, aconselhou.

O loiro, que ainda não é pai, lembrou que agressão física não resolve nada e que um filho gay poderia contar com seu apoio. “Você bater em seu filho, colocar sua filha para fora de casa muda o quê? Sinceramente? A nossa fé ensina a respeitar as pessoas. Essa é minha opinião, e eu ajudaria o meu filho no possível e no impossível se ele assumisse a sua homossexualidade.” Sem citar nomes, o bispo ainda atacou pastores homofóbicos.

“Alguns pastores são bobões. Bobões! E vocês sabem quem são. Ficam querendo aparecer, que nem siri na lata. Vocês sabem quem são”, cutucou.

Confira…

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!