Após roubo, agressão e homofobia, jovem faz apelo: “Só amor faz o mundo andar”

agressao-pheeno-capa

“Só amor faz o mundo andar”, escreveu o jornalista Vitor Thomaz, de 23 anos, em um apelo emocionante horas depois de ser agredido por dois homens, além de ter ouvido ofensas homofóbicas e de ter o celular roubado.

Segundo publicação do Jornal Extra, o caso aconteceu por volta das 04h desse domingo (11/09), durante o evento SP na Rua, em São Paulo. Vitor descreve que estava próximo a um dos banheiros quando viu dois jovens se aproximarem e, preocupado com a abordagem, alertou duas pessoas que estavam por perto: “Corram, vão assaltar a gente”. Foi quando a violência começou. Após levar uma rasteira e cair no chão, Vitor levou diversos socos, chute e teve o aparelho levado.

agressao-estudante-pheeno-capa

O jovem conta ficou com hematomas pelo corpo e com um dente quebrado após agressão, além de ouvir ofensas como “viadinho de merda”. Mesmo com o nariz sangrando e com várias marcas pelo corpo, Vitor conseguiu ir para casa, em São Bernardo do Campo, e registrou ocorrência na tarde deste domingo no 2º Distrito Policial local. Segundo o jovem, muita gente presenciou a violência, mas ninguém o ajudou.

inda assim, em seu texto, o rapaz destaca que ficou feliz por conseguir evitar que as outras pessoas passassem por aquilo. “Nosso mundo precisa de amor, de todas as formas. Pode ter sido mais um caso de violência, pode ter sido homofobia. O que importa é que temos algumas pessoas precisando de amor e carinho hoje”, postou.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!