Drag-se e Biciqueer Rio promovem Olimpíada LGBT com direito a abertura e tocha olimpica babadeira

gay-olympics

Após sediar a Olimpíada e a Paralimpíada, o Rio de Janeiro será palco da olimpíada mais babadeira dos últimos tempos! Idealizada pelos grupos de drag queen Drag-se e BiciQueer, acontece no próximo sábado (29/10), às 14h, no Parque do Flamengo, em frente ao MAM, a primeira Olimpíada Drag do Brasil.

Salto na vara, Bate Cabelo à Distância e Deathdrop sincronizado são algumas das modalidades do evento. E para participar é bem simples! Basta comparecer ao local com um quilo de alimento não-perecível. “É a chance de botar todas as suas habilidades em jogo, subir no pódio, ajudar uma instituição e celebrar nossa diversidade. No próprio evento, vamos recolher alimentos não perecíveis que serão doados para a Casa Nem (ONG gerida por travestis e transexuais)”, prometem os organizadores.

Todas as modalidades terão pódio, medalha e um prêmio de maquiagem da marca M.A.C. O evento também terá cerimônia de abertura e uma tocha “babadeira”.

Confira as modalidades

Salto na vara – Participantes terão que acertar o salto alto e derrubar um consolo de plástico. Quanto mais distante o consolo, mais pontos.

Bate cabelo à distância – A pessoa vai bater o cabelo e arremessar ele o mais longe possível. Ganha quem cruzar a linha de chegada primeiro.

Três cortes – Esporte jogado em círculo, mantendo uma boa distância uma pessoa da outra, a bola é lançada de mãos em mãos. Quem lança a bola tenta acertar o concorrente.

Deathdrop sincronizado – Candidatos precisam impressionar os juízes com seu envolvimento, desenvoltura e animação.

Futebol drag – Jogo de futebol clássico entre as drags inscritas.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!