História mal contada?! Travesti é encontrada morta dentro de viatura da Polícia Civil em SP

maxresdefault-1

Uma travesti, que não teve a identidade revelada, foi encontrada morta no fim da manhã desta quinta-feira (13/10) dentro de uma viatura da Polícia Civil de São Paulo. O caso aconteceu no 77º Distrito Policial, localizado na alameda Glete, 827, no bairro da Santa Cecília, Zona Oeste da capital paulista.

A suspeita inicial da polícia é de que vítima é uma travesti e tenha morrido por asfixia dentro da viatura. Marco Antonio Pereira, delegado seccional de policía, e o delegado da Corregedoria Felipe Martins da Silva foram ao DP, visualizaram as imagens das câmeras de segurança da delegacia e não teriam constatado irregularidades praticadas por policiais. (as imagens não foram cedidas à imprensa). A viatura tinha danos nos vidros, lataria, fechadura e acrílico interno.

iatura onde corpo foi encontrado no 77º Distrito Policial (DP).
Viatura onde corpo foi encontrado no 77º Distrito Policial (DP).

Para o ouvidor Julio Cesar Neves, a “história foi mal contada”. “É estarrecedor aparecer um corpo dentro de uma viatura policial dentro do estacionamento de uma delegacia e a Polícia Civil não explicar isso direito”, disse em entrevista ao “G1”. Por meio de nota, a assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que a Corregedoria da Polícia Civil e a 1ª Delegacia Seccional, Centro, “investigam o caso”.

De acordo com o boletim de ocorrência do 77º DP, onde o caso ocorreu e acabou registrado como “morte suspeita” a apurar. Ela estava sem documentos, usava brincos e anéis.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!