Política e sexo: Presidente afastado do TCE-RJ acobertava corrupção do amante no DETRAN

Baphão na política! Uma investigação da Polícia Civil, iniciada em 2013, sobre corrupção no posto do Detran de Magé, no Rio de Janeiro, culminou na descoberta de um relacionamento secreto entre André Vinícius Gomes da Silva, líder da quadrilha fraudulenta, com Aloysio Neves, presidente afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ)

Segundo o MP, André Vinícius, ex-secretário de Habitação e Urbanismo de Magé, mantinha um “relacionamento afetivo íntimo” com Aloysio Neves, que foi preso acusado de receber propina no esquema chefiado pelo ex-governador Sérgio Cabral. Neves responde o processo em liberdade.

Ainda de acordo com MP, o presidente afastado do TCE-RJ sabia da corrupção no Detran de Magé. Para os investigadores, André Vinícius, um dos três presos nesta quinta-feira (31/08), se valia do relacionamento íntimo com Aloysio Neves para obter favorecimentos na análise das contas e dos contratos da prefeitura de Magé com o governo estadual.

André Vinícius tinha uma vida de luxo. A casa dele, em Magé, tem até uma boate. Na garagem, foi encontrado um carro BMW avaliado em mais de R$ 200 mil. Também foram presos Paulo César Batista Vaz, considerado o braço-direito do prefeito de Magé, e Alexandre Bento Pinto.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!