Travesti é transferida para presídio feminino após decisão da Justiça

A travesti Kellyta Rodrigues de Sousa, de 29 anos, foi transferida para um presídio feminino após uma decisão da Justiça. A jovem foi presa na última quinta-feira (07/06) suspeita de assassinar outra travesti, conhecida como Vitória Castro. O crime foi em abril de 2017.

O juiz Antonio Dantas de Oliveira Júnior entendeu que os direitos reconhecidos da presa foram desrespeitados. “Os direitos humanos precisam sair do papel e serem cumpridos, é que o discurso, por si só, é um natimorto”, escreveu ele na sentença. “Solicitei que ela fosse colocada na cadeia feminina, pois apresenta expressão física de mulher e personalidade feminina, sendo ilegal a sua manutenção em cadeia masculina, ainda que isolada dos homens”, disse o defensor público Sandro Ferreira Dias, que moveu a ação.

A Secretaria de Cidadania e Justiça, que administra o sistema prisional, disse que a transferência já foi feita e que Kellyta está em uma cela isolada na Cadeia Pública de Babaçulândia.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!