Linn da Quebrada é ameaça de morte por eleitores de Bolsonaro: “Eles não nos querem vivas”

Rodando o Brasil com a “Coytada Tour”, a cantora Linn da Quebrada usou o seu perfil no Twitter nesta sexta (02/11) para denunciar uma ameaça de morte feita por eleitores de Jair Bolsonaro (PSL) após show na primeira noite do Festival Se Rasgum, em Belém.

“Me senti tão forte, tão querida”, disse a artista sobre sua apresentação na capital paraense. “Mas logo depois, na Feira do Açaí, fomos cercadas por gritos de ‘vai morrer’ e ameaças em nome de Bolsonaro, o mesmo se deu em Recife, é tão confuso, sabe?”.

Segundo a artista, os agressores eram vários homens. “Eu sei que eles não nos querem vivas, mas sentir que ninguém intervém por nós é triste”, lamentou. “O lance é cuidarmos umas das outras, protejam-se, porque fora da nossa bolha de força e proteção eu percebo que eles não vão hesitar em nos mostrar que não somos bem-vindas e não nos querem vivas”, completou.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!