Johnson & Johnson testará vacina experimental contra o HIV nos EUA e Europa

A Johnson & Johnson anunciou na última sexta-feira (12/07) que testará nos Estados Unidos e na Europa uma vacina voltada para combater o vírus do HIV. O plano é começar com os testes no final do ano, com 3.800 homens. Agora, os cientistas estão em busca de uma solução efetiva que funcione em toda a população do mundo, sobretudo na África.

Segundo o El País, estima-se que um milhão de pessoas nos EUA vivam atualmente com o vírus, e quase dois milhões na Europa. Se o HIV não for convenientemente tratado em uma fase precoce, provoca a AIDS, uma doença letal. A vacina experimental da J&J se baseia em um mosaico de tratamentos preventivos de imunização que atacam várias cepas do vírus. Segundo os cientistas, o vírus é muito diverso e por isso é importante encontrar uma vacina que seja efetiva em várias partes do mundo.

Os participantes da medida receberão seis doses em quatro sessões. Contudo, o mais desafiador será encontrar a vacina universal e efetiva. Paralelamente, a J&J solicitou autorização à agência de medicamentos dos EUA em abril para comercializar, junto ao ViiV Healthcare – controlado pelo laboratório GlaxoSmithKline – um tratamento que reduz os níveis de contágio. É a tática que seguem os concorrentes Gilead Sciences e Pfizer.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!