Bissexual, Antoni Porowski do Queer Eye, conta qual a diferença entre pegar homens e mulheres

Assumidamente bissexual, Antoni Porowski, do Queer Eye, revelou para Glamour UK a principal diferença entre pegar homens ou mulheres. Ainda na entrevista, o chefe afirmou que se comparava aos homens com quem saía, e isso prejudicou a forma como se via.

“Acho que parte de mim, se for totalmente honesto, sempre soube que havia interesse em homens”, disse ele. “Ao mesmo tempo, tive relacionamentos com mulheres onde eu estava realmente feliz e apaixonado por elas“, completa. “Quando comecei a encontrar homens, me vinham uns pensamentos tipo ‘Oh! Meu bíceps é menor que o dele, tô com a barriga menos chapada ou minhas pernas são mais longas, gostaria de ter mais tronco como ele’”, contou. “Foi na minha primeira relação com um homem que fiquei me olhando e comparando, aumentando minhas inseguranças em relação ao meu corpo”.

Estrelar uma série de TV também influenciou a maneira como Porowski se vê: “Desde que o programa foi lançado, reduzi drasticamente os laticínios. Isso mudou muito meu corpo. Eu sou uma pessoa que adora queijo, mas quando você está na câmera o tempo todo se vê em um ângulo e às vezes enlouquece”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!