Christina Koch e Jessica Meir fazem a 1ª caminhada espacial 100% feminina

Who run the space? GIRLS!

Na ultima sexta-feira, dia 18/10, aconteceu a primeira caminhada espacial feita somente por mulheres.

A operação foi realizada por Christina Koch e Jessica Meir, embora tenha sido a primeira a ser executada exclusivamente por mulheres, essa já foi 221ª operação do mesmo tipo. As astronautas saíram da Estação Espacial Internacional (ISS) para trocar uma unidade de recarga de bateria e realizaram o trabalho de reparo de um coletor de energia do lado de fora da Estação Espacial. Foi em 1965 que aconteceu a primeira caminhada espacial do mesmo tipo, que, até sexta (18/10), nunca tivera sido feita somente por integrantes mulheres da equipe. Koch e Meir são a 14ª e a 15ª mulheres a viver a experiência.

Christina Koch, engenheira elétrica, liderou a missão, acompanhada de Jessica Meir, doutora em biologia marinha que realizou a primeira caminhada espacial, também conhecida como atividade extraveicular. Koch completou a quarta experiência do tipo. Ela deve ficar na estação até fevereiro de 2020 e, assim, se tornar a astronauta que ficou mais tempo no espaço, superando Peggy Whitson, que ficou fora do planeta Terra por 288 dias.

A dupla da missão histórica pertence à turma de 2013 da NASA, a primeira em que metade dos alunos era composta por mulheres. O 1º passeio espacial 100% feminino estava marcado para 29 de março, mas a NASA teve que cancelar a operação 4 dias antes porque não tinha os trajes do tamanho adequado para a dupla de astronautas. O projeto inicial era que Christina Koch e Anne McClain saíssem juntas da ISS para instalar baterias de íons de lítio e, assim, melhorar o fornecimento de energia do laboratório, porém, como só havia um traje espacial de tamanho médio, apenas Christina participou da missão com o astronauta Nick Hague, que teve que substituir Anne de ultima hora.

Sally Ride se tornou a primeira mulher americana a viajar para o espaço, em 1983,, como membro da 7ª missão do ônibus espacial. Hoje, o número de astronautas mulheres de origem americana excede o de qualquer outro país, porem, a cosmonauta Valentina Tereshkova, da antiga União Soviética foi a 1º mulher a ir para o espaço sideral, em 1963. Em 1982 foi a vez da compatriota Svetlana Savitskaya, que viria a ser a primeira mulher a realizar uma caminhada espacial dois anos depois.

A NASA recebeu diversas críticas de várias frentes diferentes após o cancelamento da missão feminina, anunciado para março. A intuição foi acusada de sexismo, por não ter um traje apropriado para um corpo feminino. Ken Bowersox, vice-administrador interino da NASA, disse esperar que uma caminhada espacial conduzida apenas por mulheres logo se torne questão de rotina.

Os Estados Unidos estão desenvolvendo uma missão que pretende retornar à Lua, após mais de 50 anos do primeiro homem pisar lá. Mulheres farão parte da equipe de astronautas dessa missão, que tem o nome de Artemis, com previsão para 2024. “Queremos garantir que o espaço esteja disponível para todas as pessoas, e essa missão [do dia 18/10] é outro marco nessa evolução”, afirmou o administrador da NASA Jim Bridenstine.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto