Japão planeja usar remédios anti-HIV contra coronavírus em meio a aumento de casos

O Japão planeja começar a usar testes de remédios anti-HIV para tratar pacientes de coronavírus, já que um aumento no número de casos está representando uma ameaça crescente à economia e à saúde pública, disse o principal porta-voz do governo nesta terça-feira (18/02).

O governo está fazendo “preparativos para que testes clínicos com medicação para HIV para o novo coronavírus possam começar o mais cedo possível”, disse Yoshihide Suga em um briefing, mas acrescentando que não sabe dizer quanto tempo pode ser preciso para se aprovar o uso de um remédio. Remédios para HIV estão sendo alardeados como uma cura possível para o coronavírus, que já matou quase 1.900 pessoas na China continental. Nenhuma terapia se mostrou plenamente eficaz contra a infecção.

Chineses começaram a explorar maneiras heterodoxas de receber tratamento – algumas delas apelaram a pacientes soropositivos e a importadores ilegais por remédios. Na Tailândia, médicos disseram que parece que tiveram algum sucesso ao tratar vários casos da doença com uma combinação de medicamentos para gripe e HIV.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!