Cientistas americanos tentam descobrir se PrEP é eficaz no tratamento contra o novo coronavírus

Ainda existe esperança!

Cientistas da Gilead Sciences começarão testes e estudos a fim de comprovar se componentes do medicamento de profilaxia pré-exposição (PrEP) é eficaz contra o novo coronavírus.

A Gilead Sciences, empresa de biofarmacologia americana que fabrica o medicamento para a PrEP Truvada, disse estar se preparando para testar se componentes dos medicamentos que previnem contra o HIV também poderiam ajudar na luta contra a Covid-19.

Sonia Choi, vice-presidente de relações públicas da Gilead Sciences, disse que a empresa está planejando realizar alguns testes, mas disse que a droga já se mostrou ineficaz no combate a outras doenças. A farmacêutica ainda não anunciou quando e como pretende testar a PrEP contra o novo coronavírus.

“Estamos planejando avaliar a atividade antiviral ‘in vitro’ do tenofovir disoproxil fumarato (TDF) e emtricitabina (FTC), os componentes do Truvada, contra os coronavírus”, disse Choi. “No entanto, com base em testes’ in vitro’ contra outros vírus de RNA, incluindo o vírus Ebola, hepatite C, sincicial respiratório e vírus da diarréia viral bovina, não esperamos observar atividade antiviral de TDF ou FTC contra coronavírus”, acrescentou.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto