Diego Lugano, diretor do São Paulo, revela que já teve companheiro de time gay: “Vejo de forma muito natural”

O ex-zagueiro Diego Lugano, atualmente superintendente de relações institucionais do São Paulo, deu longa entrevista ao site argentino Infobae, publicada nesta sexta-feira (24/04), afirmando já ter estudado o movimento Democracia Corintiana e que teve como companheiro de equipe um jogador homossexual.

Questionado sobre a presença de jogadores homossexuais no futebol, o ex-jogador afirmou que, apesar do ambiente machista, enxerga a questão de forma “muito natural”. “Eu tive um companheiro homossexual e houve polêmica a princípio, mas depende muito da conduta. Se é eficiente, se é boa pessoa, faz seu trabalho e não prejudica ninguém, não importa (a orientação sexual)”, observa, sem citar o nome do atleta ou a equipe em que jogaram juntos.

“O futebol teoricamente é um ambiente machista, creio que todos tivemos uma experiência de ter compartilhado (o trabalho) com algum jogador homossexual. Que faça o melhor de sua vida para ser feliz. Vejo de forma muito natural”, concluiu.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!