Ex-companheiro de Gugu pede união estável na Justiça e dá detalhes da relação

O chef de cozinha Thiago Salvático, suposto namorado de Gugu Liberato, morto em novembro do ano passado após acidente doméstico, acionou a Justiça para reconhecer união estável homoafetiva com o apresentador e partilha de bens acumulados durante o período em que estiveram juntos.

Segundo informações do site Notícias da TV, a ação, que tramita na 9ª Vara de Família e Sucessões do Foro Central da Comarca de São Paulo, afirma que Thiago se relacionou com o comunicador por mais de sete anos, e que, em três anos, eles levaram uma vida conjugal. No processo que tem mais de 100 páginas, os advogados de Thiago detalharam a história do relacionamento do chef com Gugu, desde o dia em que se conheceram, em novembro de 2011, até a morte.

Segundo o documento, Thiago e Gugu se conheceram em um voo entre São Paulo e Rio de Janeiro. Eles se sentaram lado a lado na viagem e conversaram durante o trajeto. Após o desembarque, trocaram e-mails, mas somente em fevereiro de 2012 trocaram mensagens. O texto da ação judicial ainda relata que a primeira viagem do casal foi para Milão, na Itália, em 2012. A dupla se hospedou em quartos separados e, antes de descer para o jantar, deu o primeiro beijo.

Os dois ficaram poucos dias juntos e só voltaram a se encontrar em outubro do mesmo ano, desta vez na casa de Gugu, no condomínio em que o comunicador vivia na cidade de Barueri (SP). Decidiram passar o fim de semana em Búzios (RJ) e viajaram no avião particular do apresentador. Após os dias juntos, Thiago retornou para a Alemanha, e mantiveram contato diário. Eles se reencontraram somente em julho de 2013, em uma viagem romântica pelo sul da Itália, passando por Ísquia e Positano. Foi nesta ocasião que eles tiveram a primeira relação sexual. Em agosto do mesmo ano, em um hotel de luxo em Istambul (Turquia), o apresentador o teria pedido em namoro.

Segundo o site, foi anexado ao processo comprovantes das viagens que o casal fez. O documento lista mais de 40 destinos, como Espanha, Ilhas Maldivas, Dubai, Finlândia, Áustria, África do Sul, México, França, e conta com diversas fotos dos dois juntos. O processo ainda arrola conversas de WhatsApp entre o impetrante e Gugu, nas quais é possível verificar apelidos carinhosos entre os dois, como “Paxtel” e “Poxinha”.

O documento mostra também momentos íntimos do casal, como um aniversário do apresentador e a última viagem que fizeram juntos, para Singapura. Eles retornaram ao Brasil em 15 de novembro. Semanas depois, Thiago foi comunicado, por Nilton Moura, motorista de Gugu, do acidente doméstico que tirou a vida do companheiro.

Thiago cita no documento que o casal compartilhava cartões de crédito. Pontua inclusive que tinha todas as senhas pessoais do apresentador. Eles ainda possuíam, segundo o autor da ação, investimentos em conjunto administrados por ambos. Além do compartilhamento de aplicativos, como o Playplus. A defesa de Salvático pede indenização de R$ 100 mil e que os réus (filhos, sobrinhos, irmãos e mãe de Gugu) arquem com as custas processuais.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!