Phi Phi O’Hara revela que irá “abandonar” sua carreira como drag queen

Uma das participantes mais controversas e polêmicas de “RuPaul’s Drag Race”, Phi Phi O’Hara revelou que irá abandonar sua carreira como drag queen.

Em publicação feita em seu perfil oficial no Instagram, ele afirma que a partir de agora irá se apresentar com seu nome real, Jarami Carey. Segundo Jarami, em breve todos os users de suas redes sociais serão alterados.

“Minha arte vai continuar, minhas criações vão continuar e minha paixão por entreter continuará aqui e SEMPRE será feroz, mas sob meu nome real, pois Jaremi é o artista.”, disse o artista americano no comunicado. Assim como Phi Phi, Tyra Sanchez, vencedora da segunda temporada de Drag Race, anunciou no mês passado que também irá dar adeus a sua arte drag, mas definitivamente.

Confira o comunicado traduzido pela turma do portal Draglicious

“Eu tenho desejado parar de fazer performances drag há anos. Quando meu hobby virou meu trabalho… meio que morreu para mim. Eu amo a reação e resposta que recebo por criar peças e personagens incríveis. E com drag ficando popular nasceu um monte de ‘experts’ que não tem mais experiência nesta arte do que acessar suas contas na Netflix e isso acabou com a diversão para mim. Vários que não entendem vão usar a desculpa ‘bem, garota… esta é a natureza do monstro com tudo’. Para isso eu digo, verdade, mas diferentemente de ovelhas eu me recuso a seguir ou continuar a me colocar em situações que eu não curto a parte boa e ruim. Se eu quiser fazer algo, quero poder alegremente aceitar as coisas boas e ruins. Eu que escolho isso, ninguém mais.

Eu não pretendo parar de fazer drag… Eu vou continuar criando e APENAS farei GRANDES turnês ou convenções drag, que serão anunciadas quando elas forem agendadas. Mas em relação a apresentação em bares ou eventos menores de mesmo calibre, eu vou encerrar todos eles em breve. Eu não decidi quando ainda, mas até agora o plano é que 2020 seja o último ano, talvez antes.

Phi Phi nunca foi real… sempre foi um personagem, porque quando comecei “Jaremi” naquela época não funcionaria para mim como nome drag. Phi Phi tem sido um grande receptáculo para minha arte ganhar vida, mas no fim das contas eu percebi que nunca precisei dela para mostrar minha arte.

Eu me sinto honrado por ter criado e dado vida a um personagem tão poderoso que até ficou difícil para as pessoas separarem [do criador], como se ela tivesse poder sob o que faço.

Minha arte vai continuar, minhas criações vão continuar e minha paixão por entreter continuará aqui e SEMPRE será feroz, mas sob meu nome real, pois Jaremi é o artista. Estou aqui e não vou embora, o nome Phi Phi vai mudar em breve. Espero que isso esclareça as coisas ou responda as questões que muitos de vocês tem feito. Abraços”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!