Val Marchiori é condenada a pagar R$ 30 mil à Ludmilla por comentário racista

O Tribunal de Justiça do Rio, na 3ª Vara Cível da Ilha do Governador, na Zona Norte, condenou Val Marchiori a indenizar Ludmilla em R$ 30 mil, por ter dito, no Carnaval de 2016, que a peruca afro da cantora parecia esponja de aço. A socialite já havia sido condenada pela mesma fala em uma decisão anterior.

A indenização se deve por danos morais com correção monetária a partir da data da publicação da sentença, e juros legais desde a prática do evento danoso. A primeira condenação da Justiça foi determinada em 2018 e Val teria que pagar 10 mil reais à Ludmilla. Porém, ela recorreu e a sentença foi anulada em segunda instância.

A nova sentença pegou a advogada da socialite, Kátia Antunes, de surpresa. “O assunto voltou para um novo julgamento, em primeira instância. Vamos recorrer dessa decisão, que ao nosso ver é equivocada e precisa ser esclarecida”, afirmou ao site Notícias da TV. “A intenção da Val nunca foi brigar, desde o início. A própria Ludmilla já divulgou que a Val a procurou para esclarecer o que foi um mal-entendido. Não era de forma nenhuma um comentário racista. Quem conhece a Val, sabe que ela não é racista e a intenção dela nunca foi ofender a Ludmilla”, completou.

Na decisão, a juíza Françoise Picot Cully afirmou que houve ofensa à honra de Ludmilla e de outras mulheres negras. “Ao pontuar que o cabelo crespo visualizado no vídeo parecia com ‘bombril’, a primeira ré desqualificou um traço típico da raça negra, e ofendeu a honra subjetiva da autora. No cenário indicado, conclui-se que estão reunidos os elementos determinantes da formação do dever de indenizar”, diz a decisão, apontando também que a fala trata de forma pejorativa um traço associado aos negros.

Relembre o caso de racismo

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!