Homens estão utilizando impressoras 3D para criar réplica do próprio pênis!

Em 2014 vimos uma grande evolução no esquema de impressoras: a impressora 3D! Muitas coisas podem ser feitas com uma belezinha dessas. Alguns usam para imprimir peças de automóveis, objetos para decoração, vestidos, sapatos e até anuários de escola para crianças cegas. O que não falta são as mais diversas opções! No entanto, a moda agora é outra: capturar em três dimensões… o próprio pênis. Isso mesmo. O próprio pênis!

Cada vez mais homens estão aderindo ao “Scanify”, que permite aos consumidores que capturem qualquer coisa e transforme em um objeto em três dimensões. O que eles fazem com as impressões depois, é um mistério. “Quando nos propusemos a criar Scanify, nosso objetivo era democratizar o movimento 3D para os consumidores e, em particular, para permitir a personalização de suas criações”, disse Stuart Mead, CEO da marca. Usar o Scanify é fácil!

Tudo o que uma pessoa precisa fazer é apontar o dispositivo para o que gostaria de fotografar (ou seja, o seu pênis) e gire-a em torno de 360 ​​graus para capturar todos os ângulos. Uma vez que o área é “mapeada”, ele é transformado em uma imagem que pode ser compartilhado on-line ou enviada para uma impressora 3D. O processo todo leva menos de um minuto. No entanto, a “brincadeira” não sai assim tão barata: fotografar seu pênis em 3D vai lhe custar a bagatela de $1,500, aproximadamente R$ 3,600!

No Youtube há diversos vídeos de demonstração de como funciona…

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!