Índia elege a primeira prefeita transgênero do país com mais de 4 mil votos de vantagem!

Algo inédito aconteceu na índia! No último domingo, dia 4 de janeiro, uma candidata transexual ganhou as eleições para prefeito da cidade de Reigarh, um município do estado de Chhattisgar, na Índia. A candidata Madhu Kinnar, 35, derrotou O seu adversário mais próximo, Mahaveer Guruji, do Partido Bharatiya Janata, por uma diferença de 4.537 votos.

“As pessoas têm demonstrado fé em mim. E eu considero esta vitória como uma demonstração do amor e das bênçãos das pessoas para mim. Vou me esforçar para realizar os sonhos de todos”, disse Madhu, que pertence à casta “intocável” Dalit e financiou sua campanha eleitoral trabalhando como cantora e dançarina em trens durante 2014, e só parou quando foi convidada para representar sua comunidade local no pleito. Kinnar não é a primeira transexual eleita para o posto, mas é a primeira que assume o cargo sem o risco de ser destituída por um tribunal. Segundo o jornal inglês “Telegraph“, em 1999 e 2000, transexuais foram eleitos para prefeitura, mas tiveram que deixar o cargo porque a vaga era reservada para mulheres.

“Foi o apoio do público que me incentivou a entrar na briga eleitoral pela primeira vez e foi somente por causa desse apoio que eu fui vencedora”, disse a nova prefeita. De acordo com ativistas locais, centenas de milhares de transexuais na Índia vivem sem reconhecimento legal, sofrem discriminação e são forçados à prostituição. Em abril do ano passado, a Suprema Corte do país reconheceu legalmente os transgêneros como um terceiro gênero e pediu que o governo assegure condições iguais. Mais uma vitória para a comunidade LGBT!

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!