Comercial de lubrificante gay é banido por conta do “nível de homossexualidade”

Voltado para o público gay, o comercial da marca de lubrificantes “Boy Butter” foi vetado de uma TV a cabo de Chicago! O motivo?! Segundo a emissora, os telespectadores não conseguiriam lidar com o “nível de homossexualidade” do comercial.

O filme, de 30 segundos, mostra o modelo Seth Fornea vestindo um avental da marca e mostrando como utilizar um batedor de manteiga – instrumento que aparece no logo da empresa. O comercial foi veiculado nos intervalos de programas como “RuPaul’s Drag Race” também no Canadá, em Los Angeles e em San Diego. Para Eyal Feldman, fundador da marca, a censura foi sexista e homofóbico.

“Minha esperança é que, continuando a ampliar os limites do que é aceitável e agradável na TV, a Boy Butter consiga criar um espaço onde homens gays possam assistir a si mesmos, não apenas nos programas que assistimos, mas também na publicidade que os patrocina”, afirmou.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!