Goleiro homofóbico se irrita com pergunta e cria polêmica com “insinuação” sobre gays

O goleiro Aranha, da Ponte Preta, parece não ter gostado de uma pergunta feita após a partida contra o Palmeiras, que aconteceu neste sábado (22/04), sobre sua forma física. Um dos destaques da boa campanha do time, ele afirmou que o peso nunca foi um problema para ele e ainda deu uma indireta pra lá de homofóbica para os jornalistas.

“Tem jornalista que gosta de homem, gosta de homem sarado, gosta que o cara tire a camisa, mostre o abdômen. Respeito a opção sexual (sic) de cada repórter, mas eu estou tranquilo. Eu tive aqui no Palmeiras, que tem um setor de fisiologia ótimo. Não sou um garoto, nenhum jovem, mas eu sempre estive dentro de um padrão aceitável para a prática do futebol, tanto que passei praticamente sete anos em time grande”, disse.

Aranha, que foi vítima de racismo em 2014 em uma partida contra o Grêmio, quando era goleiro do Santos, foi chamado de homofóbico nas redes sociais pela declaração sobre jornalistas.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!