Homem é condenado por gravar encontros sexuais do Grindr e publicar na web

Todo cuidado é pouco na hora de marcar encontros através de aplicativos de pegação, não é mesmo?! Prova disso foi um recente caso que vem causando burburinho da comunidade gay do Reino Unido.

Matthew Christian, um rapaz gay de 44 anos, foi condenado por gravar suas aventuras sexuais com um jovem que conheceu no Grindr em 2015. Sem a vítima saber que estava sendo filmada, Christian filmou os três encontros que teve com o jovem e publicou em sua conta no XTube. Um dos vídeos chegou a ter mais de 150 mil visualizações!

Não demorou para que a vítima, que não teve a identidade revelada, descobrisse tudo e entrasse na justiça contra Christian. Ele foi considerado culpado e condenado a uma pena de 22 semanas, pagamento de cerca de 2 mil libras pelos custos do processo, 200 horas de serviço comunitário e um programa de reabilitação de 20 dias pela acusação de ser um viciado em “voyerismo”.

“A vida privada de cada um é um direito individual e deve ser respeitado. O culpado abusou da confiança depositada pela vítima que esperava que sua privacidade fosse respeitada. Deve-se notar ainda que a família da vítima desconhecida sua sexualidade e sua conduta o expôs a centenas de milhares de espectadores. O acontecido foi cruel e perverso”, afirmou a juíza Joanna Grenberg, responsável pelo caso.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!