Pesquisa aponta que muçulmanos aceitam mais homossexualidade do que evangélicos

Acredite se quiser, mas o islamismo está passando por algumas mudanças e se tornando mais aberta para questões LGBT. Pelo menos é o que indica um recente levantamento feito pelo site de pesquisas “Pew Research Center”, que mostrou que cada vez mais muçulmanos norte-americanos estão passando a aceitar a homossexualidade.

Dados divulgados pelo site mostra que, em 2017, 52% dos muçulmanos dos Estados Unidos acreditam que “a homossexualidade deve ser aceita pela sociedade”. Isso representa um aumento significativo, considerando que o número era de 29% em 2011 e de 27% em 2007. Isso também sugere que os islâmicos aceitam mais a homossexualidade do que os evangélicos.

Dados mostram que apenas 34% destes cristãos acreditam que ser LGBT deve ser algo aceito pela sociedade. Apesar de ser um número ainda baixo, o resultado representa um aumento na aceitação, que era de apenas 29% em 2011 e 23% em 2006. Ainda assim, os islâmicos não estão na frente de religiões que mais aceitam os homossexuais. Em primeiro lugar estão os protestantes (76%) e em segundo estão os católicos (66%).

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!