Cabeleireiro infecta com HIV quatro homens que conheceu no Grindr

O cabeleireiro Daryll Rowe, de 26 anos, está sendo acusado de insistir para ter relações sexuais desprotegidas com seus parceiros para contaminá-los com HIV, o vírus causador da AIDS. Segundo a corte que recebeu a denúncia, Daryll conhecia outros homens no Grindr e pedia para fazer sexo sem camisinha, dizendo que não tinha HIV.

Quando os parceiros insistiam em usar preservativos, ele os furava propositalmente. Um dos homens que fez a denúncia alegou que fez o teste para o vírus na manhã em que se encontrou com Daryll, e o resultado foi negativo. Ele disse que não fez sexo novamente depois disso e foi diagnosticado com o vírus dois meses depois.

Em um telefonema para outro parceiro, que havia insistido em usar camisinha, Daryll disse: “Eu furei o preservativo. Você é tão estúpido. Você nem percebeu”. Outro homem disse que teve apenas um parceiro sexual antes de Daryll e que o considerava seu namorado. Daryll, que é originalmente de Edimburgo, na Escócia, é acusado de infectar quatro homens com o vírus e tentar infectar mais seis entre outubro de 2015 a dezembro de 2016.

A juíza Christine Henson concedeu a todas as vítimas o direito ao anonimato ao longo da vida e a opção de apresentar provas pelo computador para que não tenham que ver Daryll pessoalmente no tribunal. Após a apresentação das denúncias, a polícia lançou a “Operação Brickhill” e um aviso de saúde pública para toda a comunidade na área de Brighton para procurar mais possíveis vítimas de Daryll que possam ter adquirido HIV.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!