Kadu Moliterno teme que filho gay volte ao Brasil: “O preconceito aumentou muito”

Kadu Moliterno declarou, em entrevista à revista “Quem”, que está preocupado com a onda de violência contra LGBTs no Brasil e teme que o filho volte ao país. O ator é pai de Kenui, de 20 anos, assumidamente gay e militante da causa LGBT em Los Angeles.

“Às vezes, ele vem para as férias aqui no Brasil e eu digo para ele tomar cuidado, é claro. Porque a nossa cidade é a mais violenta da América Latina, estamos vivendo uma crise que nunca vi igual”, declarou o ator. “Em Armação Ilimitada (série de Daniel Filho de 1985), nós tínhamos dois caras que namoravam uma mesma mulher. Naquela época, isso foi aceito. Hoje em dia, parece que regrediu. O preconceito aumentou muito”, conta.

Dedicado, Kenui mantém o canal informativo chamado Gay Code no Youtube. “O meu filho é um exemplo e ajuda muito a gente a melhorar a qualidade de vida e abrir a mente. Eu dou o maior apoio a ele. Mas, eu tenho medo realmente. Eu prefiro que ele more lá em Los Angeles. Não que lá não tenha violência, mas tem muito menos do que aqui”, conclui Kadu, que também é pai de Lanai e Kawai.

Confira fotos

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!