Brecha de segurança no Grindr permite mostrar localização exata de usuários

Depois de descobrir uma falha no sistema do Grindr em que permite verificar quais usuários bloquearam o seu perfil no aplicativo, o profissional de tecnologia Trevor Faden conseguiu achar mais uma falha no sistema da plataforma. Desta vez, uma bastante preocupantes para usuários da rede.

Em entrevista à NBC, Faden revelou que conseguiu obter acesso a todos os tipos de dados não disponíveis publicamente nos perfis, incluindo mensagens não lidas, endereços de e-mail, fotos excluídas e dados de localização de usuários, mesmo aqueles que optaram por não compartilhar publicamente seus locais. “Poderíamos, sem muita dificuldade ou mesmo sem uma enorme habilidade tecnológica, identificar facilmente a localização exata de cada usuário”, diz Faden.

E por “localização exata”, ele quer dizer a área exata do prédio em que um usuário esta localizado. “Há um milhão de razões pelas quais você pode não querer que alguém encontre sua localização através do Grindr”, disse Cooper Quintin, pesquisador de segurança da Electronic Frontier Foundation, à NBC. “Eles estão colocando a vida das pessoas em risco ao fazer isso.”

Faden conta que não tem intenção de prejudicar nenhum usuário com a sua descoberta. Muito pelo contrário! Ele simplesmente quer usar o experimento para aumentar a conscientização sobre algumas falhas de segurança sérias em um dos aplicativos de pegação mais popular entre os gays. Preocupante, não é mesmo?!

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!