Mulher trans consegue conquistar crush que a rejeitou antes da transição

Dois anos atrás, Erin Anderson conheceu Jared Norris pelo Facebook. Ela ainda se vestia como homem, conforme mostravam as fotos que exibia nas redes sociais. Erin, que usava o nome Aaron, deu em cima de Jared, que rechaçou a investida. “Ele não parecia nada interessado e decidi não insistir”, comentou Erin, em reprotagem do “Daily Mail”.

O tempo passou e Aaron, após terapia hormonal, deu vida a Erin. A trans de Owensboro (Kentucky, EUA), de 22 anos, teve uma foto sua curtida por Jared, de 28. Erin passou o número do seu telefone. “Em cinco minutos, recebi uma mensagem dele e começamos a conversar”, recordou. Foi amor à primeira vista, e eles iniciaram um namoro. O casal já está junto há dois anos, apesar de ameaças de morte e piadas cruéis nas redes sociais.

Jared, que estuda ciência da computação, disse que o relacionamento chocou muita gente. “Recebi muitas ameaças de morte e um cara disse que iria me espancar. Ouvi coisas como ‘eu te odeio’ e ‘você é nojento’”, comentou ele. Erin pôs silicone nos seios e está se preparando para a cirurgia de redesignação sexual.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!