Concurso dos bombeiros no ES muda edital para transexuais usarem nome social

O edital do concurso do Corpo de Bombeiros do Espírito Santo foi alterado e publicado novamente, nesta segunda-feira (23), após uma intervenção extrajudicial da Defensoria Pública Estadual (DPES). Agora, travestis e transexuais poderão usar o nome social e poderão participar do exame de aptidão física de acordo com sua aptidão física.

O prazo para se inscrever termina nesta quinta-feira (26/07). A alteração é válida tanto para os candidatos às vagas de soldado combatente quanto de oficial combatente. A mudança foi decidida durante uma reunião no último dia 17 de julho, no Quartel do Comando Geral (QCG) em Vitória, entre defensores e membros do Corpo de Bombeiros do Espírito Santo.

“Apesar de o edital do concurso já prever em sua redação inicial o respeito ao nome social de travestis e transexuais, ainda havia dúvidas quanto à realização do exame de aptidão física em conformidade com a identidade de gênero do candidato ou candidata”, falou o defensor público Douglas Amiral Louzada para o G1.

O Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo acolheu integralmente os argumentos expostos fez a retificação do edital do processo seletivo. “Este resultado mostra a importância da atuação extrajudicial da Defensoria Pública, uma vez que, a partir de um caso concreto, conseguimos solucionar a questão para todos e todas as interessadas, evitando a judicialização desnecessária do concurso”, explica Admiral.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!