Elton John critica Rússia e Europa do Leste por discriminar homossexuais

O cantor e compositor britânico Elton John disparou nesta terça-feira (24/07), em Amsterdã, violentas críticas aos governos da Rússia e de alguns países do Leste Europeu, acusados de “importantes discriminações contra gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros e por obstáculos à luta contra a aids”.

“Se não houvesse este sectarismo e este ódio, a aids poderia ser erradicada muito mais rápido do que se possa imaginar”, afirmou aos jornalistas na conferências sobre aids em Amsterdã. “Estes países praticam uma política de discriminação importante contra os membros da comunidade LGTB”, denunciou o cantor 71 anos.

A situação dos LGBTs na Rússia piorou nos últimos anos depois que o presidente Vladimir Putin revogou uma série de direitos dos gays no país, em 2013. No ano passado, o jornal “Novaya Gazeta” reportou que mais de cem gays foram detidos e torturados em territórios russos. O líder da Chechênia, Ramzan Kadyrov, nega abusos contra homossexuais, até porque, segundo ele, não há gays na região.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!