Disney é criticada por escalar ator heterossexual para ser 1º personagem gay

Um ator heterossexual foi escolhido para viver o primeiro personagem assumidamente gay em um filme da Disney, apontaram sites internacionais na última semana.

Mesmo com os fãs da empresa animados com o personagem, o comediante Jack Whitehall, selecionado para o filme “Jungle Cruise”, protagonizado por Dwayne “The Rock” Johnson e Emily Blunt, acabou virando alvo de polêmica nas redes sociais.

O humorista James Barr escreveu no Twitter o que sente com o caso. “Muito animado para esse grande momento da comunidade LGBTQ+, e Jack Whitehall é fantástico, mas com tantos amigos gays meus que não conseguem papeis heterossexuais por ter um ‘jeito de gay’, é frustrante escalar pessoas que não são gays para esses papeis de gays”.

Barr complementou o raciocínio. “Não é que o problema seja escolher um elenco fantástico hétero para fazer um papel gay, é que existem tantos atores gays que são poucos representados… eu acho que é fantástico [a Disney ter um personagem assumidamente gay], mas também um pouco triste”. Os comentários de Barr tiveram mais de 5 mil curtidas e 1,5 mil comentários, deixando o debate ainda maior. O site “Hello Giggles” aponta que a maioria dos críticos à Disney teme que o personagem seja reduzido a um estereótipo, o que já aconteceu em diversas ocasiões em Hollywood.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!