Felipe Neto expõe hipocrisia dos conservadores em vídeo emocionante sobre direitos trans

Foto: Instagram/Felipe Neto

Felipe Neto voltou a usar o seu alcance nas redes sociais para sair em defesa da comunidade trans. Em vídeo divulgado em seu IGTV nesta segunda-feira (03/08), o youtuber parabenizou a Natura pela inclusão de Thammy Miranda em sua campanha publicitária e falou sobre a importância dos direitos trans.

“Você talvez não saiba disso. Por favor, compartilhe…”, escreveu Felipe na legenda da publicação, para os seus mais de 40 milhões de seguidores. Já no começo do vídeo, o youtuber ressaltar que apesar de não ser porta-voz da comunidade LGBTQ+, ele sentiu necessidade de falar sobre os direitos trans por conta do alcance do seu canal, um dos maiores do Brasil. Mencionando a campanha da Natura, Felipe expõe a hipocrisia dos conservadores, destacando que atualmente 5,5 milhões de crianças brasileiras não têm o nome do pai na certidão de nascimento.

Ainda no vídeo, o empresário cita outro fato importantíssimo sobre a transfobia no Brasil: o país segue sendo o que mais mata pessoas transexuais em todo o mundo. O youtuber aponta vários outros dados ao longo do vídeo, como a falta de oportunidade para trans no mercado de trabalho, fazendo com que 90% da comunidade tenha que recorrer a prostituição como fonte renda. “Essas são as pessoas que o movimento do ódio não aceita incluir”, afirma Felipe, visivelmente emocionado.

“A partir do Thammy a gente pode continuar com o discurso de inclusão e lutando por uma sociedade mais igual, menos injusta, menos segregadora. Quem sabe um dia esses números que eu revelei aqui mudem? Tudo começa com uma ação”, diz o youtuber, que finaliza o vídeo pedindo doações a Casa 1, instituto que acolhe pessoas LGBTQ+ em situação de abandono.

Confira

Ver esta publicação no Instagram

Por favor, compartilhe…

Uma publicação partilhada por Felipe Neto (@felipeneto) a

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!