Irmão de repórter da Globo denuncia homofobia após ser agredido por sete homens com paus e pedras

Conhecido como Guiaz, o músico Guilherme Azevedo, de 31 anos, é mais uma vítima de homofobia. Irmão do repórter André Azevedo, da Globo, Guilherme usou as redes sociais para denunciar que foi agredido por sete homens com paus e pedras, em São Fidélis, no Rio de Janeiro, motivado homofobia.

Por conta da agressão Guilherme teve o ombro, cotovelo e alguns dentes quebrados, além de escoriações e seis pontos na cabeça. “O que aconteceu foi a gota d’água. Desde que me mudei pra cá, há um mês, vou a um rio que tem aqui perto de casa, para fazer yoga, fumar um cigarro, e todo dia encontro com eles, que sempre ficam fazendo piadinhas, debochando. É um inferno!”, desabafou o músico em seu Instagram.

“Eu sempre ignoro, mas ontem (quinta) eu questionei, perguntei porque não me deixam quieto. Não aguentava mais aquilo. E aí eles me cercaram, tentaram me jogar no rio, eu esquivei, mas eles começaram a me bater”, contou Guilherme. “Tô fazendo esses stories para falar para vocês que homofobia é crime e não vai passar batido. Faço questão de exibir o estado que eu estou nesse momento, com dedo quebrado, todo machucado, cortado”, disse ele, que foi socorrido por uma amiga.

De acordo com a polícia, os homens ainda não foram identificados. “Os agressores responderão pelos crimes de lesões corporais, injúria e ato obsceno. A vítima foi orientada a procurar a polícia caso encontre algum deles”, disse ao G1 o delegado da 141ª DP, Carlos Augusto.

Confira

View this post on Instagram

Já voltei do hospital

A post shared by Guiaz 🎤 👽 ☘️ (@oetdopop) on

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!