Primeiro paciente curado do HIV morre de câncer aos 54 anos nos Estados Unidos

Morreu na tarde desta terça-feira (29/09), na Califórnia (EUA), Timothy Ray Brown, a primeira pessoa conhecida a ser curada do HIV. Ele faleceu aos 54 anos, vítima de câncer. A informação foi confirmada por Tim Hoeffgen, marido de Brown.

“É com grande tristeza que anuncio que Timothy faleceu esta tarde cercado por mim e amigos, após uma batalha de 5 meses contra a leucemia”, disse Hoeffgen, em um post no Facebook. Ele afirmou que Brown era seu “herói” e “a pessoa mais doce do mundo”. “Temos com Timothy e seu médico, Gero Huetter, uma grande dívida de gratidão por abrirem a porta para cientistas explorarem o conceito de que uma cura para o HIV é possível”, disse Adeeba Kamarulzaman, presidente da Sociedade Internacional da Aids.

Nascido em 11 de março de 1966, Brown ficou conhecido como o “paciente de Berlim” depois de se ver livre do HIV graças a um tratamento na capital alemã em 2007. Em entrevista recente à agência de notícias Associated Press, Brown havia relatado o retorno do câncer de forma mais agressiva.

“Ainda estou feliz por tê-lo feito”, disse sobre o transplante histórico. “Isso abriu portas que não existiam antes e inspirou cientistas a trabalhar mais para encontrar uma cura, que muitos começaram a pensar que não era possível”, comentou.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!