Campeão de “A Fazenda 10”, Rafael Ilha será processado por homofobia após ofender seguidor

Rafael Ilha, campeão da décima edição de “A Fazenda“, será processado pelo figurinista Anderson Oliveira Sodré, de 40 anos, pelo crime de homofobia após uma discussão online. Segundo Anderson, o ataque aconteceu depois que figurinista comentou uma publicação de Rafael nas redes sociais.

Rafael gravou um vídeo e postou no Instagram comemorando a saída de Carol Narizinho do reality show ‘Fazenda 12’. Ele chamou a ex-panicat de planta e simbolicamente jogou uma folha morta e seca em seu vaso sanitário, referindo à postura da modelo dentro de jogo. Eu incomodado com aquilo e comentei na foto dizendo que ele não deveria agir assim”, disse Anderson para a coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

Meia hora após, ele enviou uma mensagem me xingando de monstrinho e uma série de ofensas pessoais. Ele alegou que eu faço programa, quando isso não é verdade. Tentei responder, mas fui bloqueado por ele. Em seguida, ele apagou o comentário, mas eu printei. Na sequência, recebi uma ligação dele dizendo ‘escute aqui, viadinho. Quem é você? Estou na mídia há muito tempo. Isso é briga de peixe grande. Não comente meus posts’. Retornei a ligação e soube que se tratava de um celular de sua produção e me bloqueou”, afirmou o figurinista.

Procurado pelo O Dia, Rafael Ilha que respondeu: “Simplesmente me chamou de traficante, de nóia na publicação e eu respondi no privado dele. Foi uma resposta às ofensas dele“. Anderson abriu um boletim de ocorrência na Delegacia de Suzano e acionou um advogado que dará andamento no processo.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!