Pastor de São Paulo afirma que bíblia precisa ser “atualizada” para que LGBTs deixem de ser condenados ao inferno

O pastor Ed René Kivitz causou um burburinho no meio evangélico durante uma pregação feita no último domingo (25/10), na Igreja Batista de Água Branca, em São Paulo. Segundo o site religioso Pleno News, o pastor afirmou que a bíblia precisa ser “atualizada” para que LGBTs deixem de ser condenados ao inferno.

[A Bíblia é] um livro que precisa ser relido, ressignificado, para que os princípios de vida que esse livro encerra, e que essa revelação encerra, saltem dessas páginas promovendo libertação e justiça e relações de amor no nosso mundo“, afirmou o pastor.

René Kivitz, então, usa o exemplo da aceitação da homossexualidade e do papel do homem e da mulher no casamento para defender o ponto de vista de que as Escrituras precisam ser atualizadas e com isso seja possível “enfrentar os pecados de gênero”. “Se queremos ser cartas para o novo mundo, se a Igreja quer ser carta para o novo mundo, nós vamos precisar atualizar a Escritura e vamos ter de fazer essa atualização e ter essa coragem de enfrentar os pecados de gênero“, pontua.

Ainda durante a pregação, o pastor também sugere que gays não deveriam mais ser condenados ao inferno por causa de “dois ou três textos bíblicos que não foram atualizados”. “Nós vamos ter de ter coragem de enfrentar isso“, diz.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!