Ator pornô gay que incitou morte de manifestantes negros culpa vício em drogas por comentários racistas

Depois de criticar manifestantes antirracistas e sugerir que eles sejam mortos a tiros pela policia, o ator pornô gay Billy Santoro culpou o seu vício em drogas por seus comentários abomináveis.

Na ocasião, durante as manifestações Black Lives Matter em julho, Santoro afirmou em seu perfil no Facebook: “Rindo muito América! Você deixa os negros saquearem como uma forma de protesto. Acorde o porra! Atirem primeiro”, escreveu ele na rede social. Após os comentários bizarros, o ator foi rapidamente removido de vários sites adultos e teve seu perfil no Twitter e na plataforma de conteúdo pago JustForFans deletados.

Agora, meses depois, Santoro reapareceu, culpando seus comentários anteriores ao vício em metanfetamina. “Eu disse algumas coisas das quais me arrependo totalmente, pelas quais me desculpo enquanto estava sob influência da droga. Eu finalmente acordei um dia e cheguei ao fundo do poço”, escreveu ele em sua nova conta no Twitter. “Eu e meu marido Gage temos um vício contra o qual estamos lutando, e tem sido difícil. Temos todas as ferramentas para a recuperação, mas tem sido muito difícil.

Gage e eu fizemos nossa escolha, de escolher um ao outro ao invés de uma droga. Precisamos que nossos amigos e fãs nos apoiem e nos ajudem neste momento. Eu quero que as pessoas vejam o que esta é capaz de fazer”, finalizou.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!