“Pessoas podem ser LGBT e a gente tem que respeitar”, diz Lula durante discurso

Luis Inácio Lula da Silva, o Lula, incluiu a comunidade LGBTQ+ durante seu discurso de aproximadamente duas horas e meia, realizado nesta quarta-feira (10/03) na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP).

A gente tem que respeitar a religiosidade de cada um. Ninguém precisa ser obrigado a ser da minha religião. Seja a que você quiser, a que você acredita. As pessoas podem ser LGBT e a gente tem que respeitar o que as pessoas fazem. Esse mundo é possível“, disse o ex-presidente, que resgatou os direitos políticos e pode se candidatar a presidente da República em 2022. 

Essa foi a primeira vez que o petista falou em público após a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que anulou as condenações proferidas pela 13ª Vara Federal de Curitiba e devolveu os direitos políticos ao ex-presidente.

Assista o discurso

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!